Americano(SC)/RJ [BRA]

Atualizado em 04/08/2020
Nome Oficial
Sport Club Americano
Fundação
03/11/1911
Status Atual
Extinto
Endereço
Rua da Lapa, 53
Lapa - Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
Brasil  
maps
Retrospecto
Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Cores
Verde e branco (originalmente azul e preto)
Equipe Ranqueada
Americano(SC)
Outros Sites

Estádios
Histórico
Há um século, um modesto clube carioca fazia história! Com duas participações na elite do futebol do Rio (1912 e 1913), o Sport Club Americano foi uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). O clube anil-negro foi fundado no dia 03 de novembro de 1911, na Rua no Senado, no Centro do Rio.
No ano seguinte (1912), o S.C. Americano se mudou para a Rua Senador Soares, no Bairro de Vila Isabel. Por fim, três anos depois, no dia 18 de dezembro de 1915, transferiu a sua sede para a Rua da Lapa, 53, na Lapa-Centro.

Inicialmente, o Americano era constituído nas cores azul e preto. Em setembro de 1913 houve uma dissolução no clube e a maioria dos sócios foram para o Lusitânia SC (da Mangueira). Porém, no dia 26 de agosto de 1914, o clube foi reerguido, e as cores passaram a ser verde e branco.

Mudanças à parte, no futebol bretão o Americano debutou no Campeonato Carioca da 1ª Divisão em 1912, organizado pela Associação de Football do Rio de Janeiro (AFRJ), no qual o título ficou com o Botafogo.
Paralelamente, ocorreu o Estadual, que teve a Liga Metropolitana de Sports Athléticos (LMSA) como a organizadora. Nessa competição, o Paysandu se sagrou campeão com o Flamengo como o vice-campeão.
A campanha foi brilhante e o SC Americano chegou à última rodada empatado com o Botafogo, ambos com 16 pontos. Contudo, o Fogão nem precisou suar a camisa já que a sua partida (20/10/12) contra o Internacional não aconteceu. O Alvinegro venceu por W.O. uma vez que o adversário não compareceu ao local do jogo, na Rua São Clemente.
Com esse resultado, o SC Americano teve uma semana sabendo o que precisava para ser campeão: golear o Paulistano por uma diferença de seis gols. Se na tese o resultado era possível, dentro de campo a história não foi bem assim.
Já naquela época a 'mala preta' existia e reza a lenda que os jogadores do Paulistano entraram em campo motivados em não dar vida boa ao Americano. Somado a isso, o emocional pesou e o empate em 2 a 2, selou o fim do sonho do Americano e o início da festa do Botafogo, que comemorou mais uma conquista.
Após um inesperado vice-campeonato no ano anterior, as expectativas pela campanha do SC Americano em 1913 veio carregada de esperança. No entanto, a perda do título na última rodada em 1912, parece que mexeu com o emocional e o time fez uma campanha medíocre.
Foram nove jogos e o mesmo número de derrotas; marcando apenas três gols e sofrendo 30, sem nenhum ponto conquistado. Assim, o SC Americano fez a sua última participação na elite do Rio. Depois, o time ainda disputou algumas competições até o seu desaparecimento, colocando um ponto final no Sport Club Americano.
Fontes: Jornal do Brasil, O Imparcial, Livro: História dos Campeonatos Cariocas de Futebol 1906 / 2010, de Roberto Assaf e Clovis Martins


Não confundir com o Americano FC do bairro Riachuelo no Rio de Janeiro ou o atual Americano de Campos.

Pesquisa (escudos): Marcelo de A. Cerqueira, que recebeu de Pedro Varanda, que recebeu de Auriel de Almeida, que o encontrou em um antigo ofício no Fluminense.
Pesquisa (uniforme): Pedro Varanda
Presidentes
1912: M. Carvalho Sampaio
Escudos na linha do tempo
Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudo(s) Anterior(es)
Americano(SC)/RJ [BRA]
Uniforme(s)
Americano(SC)/RJ [BRA] Americano(SC)/RJ [BRA]