Santana/AP [BRA]

Atualizado em 26/04/2019
Nome Oficial
Santana Esporte Clube
Fundação
25/09/1955
Status Atual
Em atividade
Endereço
Avenida B-1, s/n
Vila Amazonas - Santana - Amapá
CEP: 68925-000
Brasil  
maps
Telefone
(96)281-1900
Cidade (anterior)
Macapá
Retrospecto
Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Apelido(s)
Canário Milionário
Mascote(s)
Canário
Cores
Camisa amarela com listras horizontais pretas, calção preto com listras amarelas e meias pretas
Equipe Ranqueada
Santana
Outros Sites
blogdosantanaesporteclube.blogspot.com
Estádios
Histórico
Fundado em 25 de setembro de 1955, no antigo Alojamento Intermediário (que posteriormente foi depósito de móveis da empresa ICOMI), pelos seguintes desportistas: Jaime Cerqueira, Manoel Cesário, Walter da Rocha Leal, Oswaldo Ildefonso dos Santos, Hector Manoel dos Santos, Carlos Alberto Lavareda, José Nicolau de Oliveira, Raimundo Gemaque de Jesus, José Gomes de Oliveira, Expedito Vasconcelos e Arlindo Pereira.

Inicialmente recebeu a nomeclatura de ICOMI Esporte Clube, disputando seu primeiro jogo em 1956 contra o América Esporte Clube, da Federação Amapaense de Desportos (FAD), empatando em 0 x 0.

Camisa branca, com faixa diagonal azul, cruz de malta no peito, calções brancos e meias pretas com cano azul e branco, foi o seu primeiro uniforme.

Após os primeiros jogos, seus fundadores resolveram mudar o nome do clube para SANTANA ESPORTE CLUBE, passando sua camisa a ser toda amarela com gola verde. Os meses restantes de 1955 e durante o ano de 1956, os sócio-fundadores foram seus dirigentes. Somente em princípios de 1957 que, em vista dos sucessos esportivos, e sentindo a necessidade de integrar-se ao esporte profissional do Amapá, o Santana filiou-se à FAD, sendo que antes procurou organizar seus Estatutos e eleger sua primeira Diretoria, tendo à frente Jesus Ferreira Jomar.

Data daí o seu 3º uniforme, que vigora até os dias de hoje, com as seguintes cores: vermelho, amarelo e preto.

Historicamente, conquistou o Campeonato Amapaense de Futebol dos seguintes anos: 1960,1961, 1962, 1965, 1968, 1972 e 1985.

Vale registrar que o Santana Esporte Clube foi pioneiro ao promover a vinda de grandes times esportivos do Norte e Nordeste do Brasil, assim como também de alguns times cariocas, como: Paissandu, Remo, Tuna, Júlio César, ex-Combatente (PA), Ferroviário (MA), Esporte Clube Recife (PE), e até Fluminense e Olaria (RJ).

Foi o clube do então Território Federal do Amapá que mais ficou conhecido fora de seus limites locais, recebendo da crônica esportiva do Norte, o apelido de Canarinho Amapaense, que depois passou a ser Canário Milionário.

Em janeiro de 1998, o clube começou a se dissolver, após a ICOMI encerrar suas atividades de exploração de minério de manganês, devido a carência do produto, o que obrigou a entidade, na qual era muito dependente da mineradora, ter que desmontar o clube, o que causou uma grande insatisfação por seus associados e torcedores.

Diversas reuniões e assembléias foram realizadas em prol do retorno do clube, mas no início do ano seguinte (1999), a diretoria da ICOMI determinou pelo término da entidade devido todo o patrimônio pertencer à mineradora.

Passado mais de uma década após as inúmeras e frustradas tentativas de trazer novamente o Santana Esporte Clube para os campos de futebol, quando o ex-presidente do Amapá Clube, Gerson Fernandes anunciou em março de 2008, a decisão de reerguer um dos clubes mais considerados do esporte regional.

Depois de tentar sua volta para a presidência da Zebra Solitária, Gerson acabou recebendo o convite para assumir a vice-presidência do clube, porém, percebendo que suas idéias técnicas estavam sendo restringidas, na qual lhe obrigou a se afastar do clube por tempo indeterminado.

Ainda no primeiro semestre de 2008, realizou diversas reuniões com a presença de desportistas, ex-torcedores e até mesmo com ex-dirigentes do Canário visando trazer a grandeza deste time.

Em meados de 2008, Gerson providenciou contatos imediatos junto à Federação Amapaense de Futebol (FAF), que tinha como presidente o então deputado estadual Roberto Góes (atual prefeito de Macapá), para buscar os procedimentos necessários para reorganizar esse clube santanense.

No início de agosto corrente, foi possível reunir um pouco de 200 pessoas que participariam da Ata de reconstituição do Santana Esporte Clube e aprovariam um Estatuto provisório que seria somente utilizado para garantir seus direitos técnicos e esportivos.

Em 18 de setembro de 2008, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu para o Canário Amapaense um certificado de autorização para a prática de futebol profissional, depois de preencher todos os requisitos legais admitidos pela Confederação.

Em 22 de novembro corrente (2008), após efetuar uma seleção de jovens jogadores, o Santana Clube faz sua reestréia no Campeonato profissional de futebol adulto, enfrentando o Paissandu (PA), no estádio Augusto Antunes, na Vila Amazonas. Embora tenha empatado (1 x 1), o time santanense não conseguiu se classificar para o Campeonato regional.

Até 1987, Santana era Distrito de Macapá

Fonte: http://memorial-stn.blogspot.com.br/2014/09/santana-esporte-clube-nasce-um-time-no.html
Redesenho do escudo 1 e seu uniforme: Sérgio Mello (Blog História do Futebol)
Título(s)
Campeonato Amapaense (7 Título(s))
1960, 1961, 1962, 1965, 1968, 1972, 1985
Campeonato Amapaense - 2ª Divisão (1 Título(s))
1957
Presidentes
2019: Aristeu Valente
2013: Aristeu Valente
2008: Gerson Fernandes
Escudos na linha do tempo
Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudo(s) Anterior(es)
Santana/AP [BRA] Santana/AP [BRA] Santana/AP [BRA]
Uniforme(s)
Santana/AP [BRA]