1XBET.COM

Celeste/PR [BRA]

Atualizado em 11/11/2018
Nome Oficial Celeste Futebol Clube
Fundação  05/05/1943
Status Atual  Extinto
Endereço  Rua Desembargador Otávio do Amaral, s/n
Bairro  Bigorrilho
Cidade  Curitiba
Estado  Paraná
CEP 
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone 
Apelido 
Mascote 
Uniforme  Azul e branco
Equipe Ranqueada  Celeste
Grafia Orig. 
Grafia Orig. Oficial  Celeste Football Club
CNPJ 
Site Oficial 
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios 
Histórico 
O Alvianil foi fundado no dia 05 de Maio de 1943. A sua sede ficava na Rua Desembargador Otávio do Amaral (esquina da Alameda D. Isabel), s/n, no Bairro Bigorrilho, em Curitiba. Em 1960, o clube encerrou suas atividades após a temporada.

O clube mandava seus jogos no Estádio Capitão Manoel Aranha (de propriedade do Poti), localizado, onde hoje está a Praça 29 de Março. Em 1948, o Celeste disputava o seu 1º campeonato oficial através do Campeonato Suburbano da 3ª Divisão, com a participação de 24 equipes divididas nas séries verde, amarela e preta. Naquele tempo havia a 2ª Divisão e a 3ª Divisão, pois a 1ª Divisão reunia equipes profissionais.

O Celeste fez uma campanha razoável inclusive foi vice-campeão do Torneio Inicio de 1948.

Em 1950 quando o seu rival União Bigorrilho foi campeão o Celeste ficou como vice-campeonato. Os confrontos entre Celeste e União Bigorrilho eram de estremecer já que os clubes eram do mesmo bairro.

Em 1952 houve a mudança para 1ª e 2ª divisões do Campeonato Suburbano ficando a categoria de profissionais com divisão de profissionais. Nesse mesmo ano (1952), o Celeste ficou com o vice-campeonato, enquanto o Ipê foi campeão.

O clube ficou na 3ª Divisão até 1954 quando foi promovido para a 1ª Divisão, onde se agregou aos seguintes adversários (19 clubes ao todo): Operário do Ahú, Poti, Bacacheri, Flamengo, Rio Branco, Primavera, Vasco da Gama, Cinco de Maio, Botafogo, Madureira, União Ahú, União Bigorrilho, Operário Mercês, Palestra Assungui, Ipiranga, Belmonte, América e Clube dos Espartanos. O campeão invicto foi o Operário do Ahú e o Poti também invicto foi o vice-campeão.

O Celeste foi um ótimo formador de craques. Podemos citar alguns, como o lateral-direito Altemir, que depois foi para o juvenil do Juventus time do Batel, Atlético Paranaense, seleção paranaense e ainda muito jovem se transferiu para o Grêmio Futebol Porto-alegrense onde foi titular e ídolo durante vários anos na década de 60. Tiveram ainda o goleiro Hamilton Probst, grande ídolo do Coritiba, Renato Requião, Calita, Douglas, entre outros.

Outros jogadores revelados foram o goleiro Hamilton Probst, grande ídolo do Coritiba, Renato Requião, Calita, Douglas, entre outros.

Pesquisa da data de fundação: André Martins

Pesquisa e envio do escudo: Fabiano Thadeo

Redesenho do escudo 1 e seu uniforme: Sérgio Mello

Fontes: http://www.tribunapr.com.br/blogs/suburbana/data-inesquecivel/, Livro "Futebol do Paraná - 100 anos de história" de Heriberto Ivan Furtado e Levi Mulford, José Domingos Borges Teixeira

Presidentes 
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Celeste/PR [BRA]
Uniforme  Celeste/PR [BRA]
Mascote 
1XBET.COM