1XBET.COM

Royal/PB [BRA]

Atualizado em 24/01/2019
Nome Oficial Royal Sport Club
Fundação  05/05/1918
Status Atual  Extinto
Endereço  Rua Duque de Caxias, 15
Bairro  Centro
Cidade  João Pessoa
Estado  Paraíba
CEP 
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone 
Apelido 
Mascote 
Uniforme  Vermelho e branco
Equipe Ranqueada  Royal
Grafia Orig. 
Grafia Orig. Oficial 
CNPJ 
Site Oficial 
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios 
Histórico 
O Royal Sport Club foi uma agremiação efêmera da cidade de João Pessoa (PB). A sua sede e o campo ficavam localizados na Rua Duque de Caxias, 15, no centro da cidade. Fundado no domingo, do dia 05 de Maio de 1918, por iniciativa de vários desportistas da elite paraibana, entre os quais Dorgival Mororó (proprietário de uma Joalheria Dorgival Mororó), Solon Machado e elementos de clubes anteriores.

Sobre as cores, o clube surgiu azul e branco (as mesmas cores do S.C. Cabo Branco, de onde vieram os jogadores reservas). Após se ausentar na temporada de 1920, no ano seguinte (1921), o Royal, já com sede e campo, retornou com as cores vermelha e branca.

A 1ª Diretoria do Royal S.C. foi constituída da seguinte forma

Presidente - Flávio Massa;

Vice-Presidente - Solon Machado;

1º Secretário - Armando Gomes;

2º Secretário - Nabal Barreto;

Tesoureiro - Dorgival Mororó;

Diretor de Esportes - Rodrigo Azevedo;

Kaptain da equipe - Walter Holmes.

É importante deixar claro que a saída dos jogadores reservas do Sport Club Cabo Branco para fundar o Royal Sport Club não pode ser considerado como uma dissidência, pois após a separação a relação entre os dois clubes sempre foi próxima. Mesmo após o Royal ter adquirido a sua sede e campo e alterado suas cores, tanto os sócios do Cabo Branco quanto do Royal tinham livre acesso para freqüentarem ambos os clubes.

O seu 1º jogo aconteceu uma semana após a fundação. No domingo, do dia 12 de Maio de 1918, o Royal enfrentou um Combinado do Rio Negro, formado à base de estudantes do Liceu. Apesar da extraordinária exibição de Mororó, Rossi, Floriano e Carioca, o Royal acabou derrotado, pelo placar de 1 a 0. O gol da vitória foi assinalado por Veloso, no 1º tempo.

Ao todo, participou três vezes do Campeonato Paraibano da 1ª Divisão: 1918, 1919 e 1921. Em 1923 tentou jogar, mas por atrito com a Liga Desportiva Paraibana (LDP), acabou declinando da ideia. Naquele mesmo ano disputou o certame da Liga Operária, que há pouquíssimas informações desta competição nos jornais paraibanos.

O futebol na Paraíba surgiu em 1908. Em 1914 foi fundado a Liga de Football da Paraíba (LFP), que organizou os campeonatos de 1914, 1915 (que não chegou a ser concluído), 1916 (que foi criado após a reorganização da Liga), 1917 (pouquíssima noticiada por causa do Turfe, que naquela época era o esporte nº 1, da Paraíba).

Em 1918, foi criada uma nova Liga Sportiva Paraibana (LSP), que só contavam com três equipes: Cabo Branco; Pytaguares e Palmeiras. Com receio de não ter competição, ocorreram algumas mobilizações a fim de reverter esse quadro.

Uma delas, aconteceu dentro do Sport Club Cabo Branco, maior clube e pessoas da elite paraibana. Então, os jogadores reservas - que faziam parte, porém quase não jogavam - decidiram montar uma equipe para disputar o Estadual de 1918. Dessa forma, foi criado o Royal (nome significa realeza). Outra equipe fundada foi o Treze Football Club.

Assim, o Estadual de 1918 (ainda teve o Rio Branco, que acabou desistindo dias antes do início da competição), foi formado por cinco clubes:

Cabo Branco; Pytaguares; Palmeiras; Treze Football Club; Royal Sport Club.

O Estadual de 1918, não foi concluído por causa da Gripe Espanhola.

A competição acabou não sendo concluída, por causa da Gripe Espanhola. Após o certame, Cabo Branco e Palmeiras ambos afirmavam ter sido campeão de 1918. No final, o título foi confirmado para o Cabo Branco.

Após essa celeuma, a relação dos clubes com a LSP ficou insustentável. Dessa forma, resolveram fundar no dia 03 de Maio de 1919, a Liga Deportiva Paraibana (LDP), a fim de dar uma nova era para o futebol da Paraíba.

Ainda em 1919, ocorreu outra fundação parecida com o Royal. Devido a insatisfação de vários jogadores reservas do Royal, que acabaram fundando o São Paulo Football Club, que participou de quatro edições do Campeonato Paraibano da 1ª Divisão: 1919,1920, 1921 e 1922.

Em 1922, a Liga estava ativa, porém, quatro das cinco equipes filiadas, romperam com a instituição por não concordar com a administração. O fato impediu que o Campeonato fosse realizado. As quatro equipes afastadas, decidiram realizar o campeonato por conta própria.

Articulado pelas diretorias do Cabo Branco e do Pytaguares. Batizaram a competição de torneio do centenário. Em 1923, as diretorias do Cabo Branco e Royal decidiram reorganizar a liga e restabelecer o campeonato oficial.

Porém o Royal desistiu da competição 10 dias antes do inicio. Em 1924, o clube decide ingressar na Liga Operária sendo este o seu último registro como clube de futebol. A partir de 1925, não há mais nenhuma referência sobre a existência do Royal como clube de futebol.

Pesquisa e redesenho dos escudos 1 e 2 e seus uniformes: Sérgio Mello

Fontes: Revista Vida Sportiva, Pesquisador e expert do Futebol Paraibano Júlio César

Presidentes 
1918: Flávio Massa
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Royal/PB [BRA]
Uniforme  Royal/PB [BRA] Royal/PB [BRA]
Mascote 
1XBET.COM