Ex-Combatentes/PA [BRA]

Atualizado em 21/02/2016
Nome Oficial Associação dos Ex-Combatentes do Brasil
Fundação  09/02/1951
Status Atual  Mudou de nome
Endereço 
Bairro 
Cidade  Belém
Estado  Pará
CEP 
País  Brasil
Retrospecto  Clique aqui para ver todos os campeonatos com participação deste time
Localização 
Telefone 
Apelido(s)  Carcará
Mascote(s) 
Cores  Vermelho e branco
Nome Posterior  Combatentes
Equipe Ranqueada  Combatentes
Grafia Orig. Oficial 
Site Oficial 
Outros Sites 
Outros Sites 
Estádios 
Evandro de Almeida (Baenão), Belém/PA, Brasil
Histórico 
Em 1945, após a 2ª Guerra Mundial, os nossos soldados-heróis da FEB / Força Expedicionária Brasileira, que retornaram vitoriosos a nossa Pátria, em torno de 25 mil soldados sobreviventes, sentiram a necessidade de unirem forças e se organizarem para amparar e representar perante o governo e a sociedade, e assim fundaram a Associação dos Ex-Combatentes do Brasil, com secções estaduais, sendo seus sócios oriundos do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Na Secção do Pará, "Os Pracinhas" organizaram um time de futebol profissional competitivo, que disputou o campeonato paraense da 1ª divisão de 1951 a 1958, como o nome da própria Associação dos Ex-Combatentes do Brasil.


Provavelmente por questões jurídicas e de necessidade de custeio independente, fundaram o Grêmio Desportivo dos Combatentes, que substituiu e continuou a história de 23 anos consecutivos no campeonato estadual, realizando jogos memoráveis com os grandes do Pará como o Remo, Paysandu, Tuna Luso e União Esportiva, de 1951 até 1973. Seu melhor campeonato foi em 1968, ficando em terceiro, quando disputou jogo extra com o Paysandu para definir quem seria o vice.


Atualmente não disputa mais competicões profissionais.


Fonte: RSSSF, Tabelão Revista Placar e arquivos de Antonio Ielo

Pesquisa: Antonio Ielo
Presidentes 
Hino 
Escudos na linha do tempo  Clique aqui para ver os escudos e sedes usados por este time na linha do tempo
Escudos Anteriores  Ex-Combatentes/PA [BRA]
Uniforme(s) 
Mascote(s) 
Bandeira(s) 
Flâmula(s)